Saúde mental foi tema de palestras em Belém


Texto: Rafaela Dornbusch - MTB/SC 2630

Fotos: Divulgação/ABERSSESC





No período da tarde, ao dar prosseguimento à programação, o cabo PM, Mário Sérgio Couto, presidente da Associação de Cabos e Soldados do Mato Grosso do Sul, abordou em sua palestra o tema do suicídio entre policiais. Ainda sobre o tema “saúde mental dos militares”, o próximo palestrante foi o presidente da ACSPMBM do Espírito Santo, cabo Eugênio. Ele apresentou os dados de uma pesquisa sobre saúde mental dos militares capixabas realizada pela ACSPMBM-ES e fez uma apresentação do Núcleo de Apoio Psicossocial - NAP, criado em sua gestão no intuito de melhorar a qualidade de vida e saúde mental dos militares de seu estado.


Também do Espírito Santo o palestrante seguinte, tenente BM Emerson Luiz Santana, contou sua experiência, enquanto presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Espírito Santo, no enfrentamento à pandemia da Covid-19.


Para a presidente da ACSPMBMPA, cabo PM Cristina Mota de Souza, esse evento é uma vitória ante todas as dificuldades e, sobretudo, um ganho para os militares do Pará, dada a troca de experiências com as entidades de outros estados e a possibilidade de melhorar a prestação de serviços a categoria.


“Os debates desta tarde são de suma importância para todos nós militares. Ainda temos casos de suicídio em todas as unidades da Federação, principalmente entre os policiais militares, que devido a vida agitada, ocorrências e estresse não conseguem pedir ajuda e muitas vezes tirar a própria vida ainda é o caminho que eles buscam para ‘solucionar’ seus problemas. Precisamos debater mais sobre isso e buscar alternativas de ajuda”, afirmou o presidente da ABERSSESC, subtenente Flavio Hamann.


O primeiro dia do evento encerrou-se após as deliberações dos assuntos internos da ANERMB.

Destaques
Últimas Notícias
Arquivo
Procurar por assunto
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga