Nota de esclarecimento: projeto que tramita na Alesc prevê aumento da idade mínima para praças que i




A ABERSSESC esclarece que o projeto que tramita na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina e tem por objetivo aumentar a idade limite dos praças para a reserva remunerada são para aqueles militares que desejam chegar ao último posto da carreira e não tenham este direito cerceado pelo impedimento de idade limite – 60 anos atualmente, ou seja, iriam para a reserva pela compulsória – ex-ofício. Sendo assim, os militares continuam tendo que ter 35 anos de contribuição ou de serviço prestado. Mas, quem desejar poderá trabalhar até os 67 anos.


Podemos citar como exemplo, militares que só conseguiram fazer o curso de sargento próximo aos 30 anos de serviço e que querem permanecer na ativa, com intuito de galgar mais uma graduação na carreira.


Estamos em defesa deste projeto, e, não deixamos de lutar pela aprovação do Quadro de Oficiais Auxiliares (QOA), aprovação do novo Plano de Carreira que acelera as promoções e a luta pela requerida para os praças, defendida pela ABERSSESC.


A ABERSSESC sempre lutou pelos direitos dos praças da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar e não trabalharia para haver qualquer tipo de prejuízo aos mesmos. A nossa Associação sempre pautou para que os militares conquistassem e permanecessem com seus direitos e será contra qualquer projeto que prejudique nossos praças.

Atenciosamente,

Flavio Hamann

Presidente da ABERSSESC

Destaques
Últimas Notícias
Arquivo
Procurar por assunto
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga