Pauta extensa em reunião da Diretoria Executiva da ABERSSESC e comandante-geral da PMSC

A Diretoria Executiva da ABERSSESC, representada pelo presidente, vice-presidente e diretor social e cultural, respectivamente subtenentes Flavio Hamann, Cléber de Paulo Irmão e Edison Linhares Júnior, além da Assessoria Jurídica da Associação, representada pela advogada Maria Lúcia Pacheco Ferreira Marques, reuniram-se com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, na tarde desta sexta-feira (17).


Em pauta, a reposição salarial, incorporação da Iresa, Ctisp, Plano de Carreira, novo fardamento e coletes vencidos e Quadro de Oficiais Auxiliares (QOA).


Sobre a reposição salarial, o comandante-geral e sua equipe analisaram as diversas possibilidades de correção salarial, adequando à nova legislação previdenciária, a fim de que não ocorra perdas. Essas planilhas de cálculos já foram entregues ao Governo para análise de impacto financeiro e disponibilidade de aplicação. De qualquer forma, os novos descontos previdenciários somente começarão em março, por conta da noventena da lei. Até lá, o Governo deverá aprovar a nova tabela salarial. Neste momento, o Comando está empenhado na solução deste impasse e espera-se que até março o projeto possa ser encaminhado para a Assembleia Legislativa. “Todo o esforço está sendo feito na busca da melhor solução, sem que haja perdas significativas. O Governo está fazendo todas as análises de impacto junto a Fazenda, a fim de apresentar uma proposta palpável. Qualquer prognóstico neste momento é prematuro”, afirmou o coronel Araújo Gomes.


Para o presidente da ABERSSESC, subtenente Flavio Hamann, é importante que nossos associados confiem que a luta será pelo melhor que pudermos conquistar. O que não for possível neste momento, será conquistado em breve. “Outra conquista importante, trata-se da garantia dos direitos adquiridos por dois anos. Até lá, estará preservado nossos direitos. Este avanço, é um primeiro passo no reconhecimento da nossa classe, visto que alguns Estados não concederam, e outros concederam apenas por um ano”, disse Hamann.


Ainda sobre a reposição salarial, o Governo já sinalizou a possibilidade de fazer o reajuste com base nas perdas de 2019, referente a esta gestão, visto as possibilidades financeiras, bem como na luta para zerar o déficit e, após o segundo semestre, começar a repor as perdas do Governo anterior.


Hamann afirmou que já está agendada para a próxima segunda-feira (20), uma reunião com todas as associações para se discutir os passos que serão tomados para a conquista da reposição salarial. O Comando afirmou que até final deste mês a Secretaria de Estado da Administração deverá se reunir com as associações que representam os militares e apresentar as possibilidades de acordo com as planilhas que estão em análise.


Foi também discutido com o comandante-geral, sobre os cursos de formação e aperfeiçoamento. Ele afirmou que todos os cursos, incluindo o de sargento para fevereiro, estão garantidos, além da possibilidade de uma reforma no Centro de Ensino da PMSC.


Sobre os coletes vencidos e novo fardamento, o comandante-geral afirmou que as equipes de estudos apresentaram os novos modelos, mas não atingiu as necessidades e expectativas do Comando em elaborar um uniforme moderno e confortável. Assim, uma nova equipe de trabalho foi formada com intuito de se chegar a um modelo ideal. Sobre os coletes, o coronel Araújo Gomes afirmou que duas licitações para aquisição deles ficaram deserta, pois as empresas não cumpriram as exigências técnicas. Caso não se consiga na próxima, será aberta uma licitação internacional. O comandante-geral apresentou o protótipo, informando que aumentou as especificações de impacto balísticos, bem como os novos coletes serão mais flexíveis e anatômicos, garantindo mais segurança e conforto aos policiais militares.


“O coronel Araújo Gomes é sempre muito receptivo e sempre nos atende com muita calma e tranquilidade. Ouve as nossas reivindicações, nos explica o que é necessário e juntos encontramos soluções”, disse Hamann.


Foto: Divulgação/ABERSSESC

Destaques
Últimas Notícias
Arquivo
Procurar por assunto
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga