Reposição salarial e incorporação da IRESA só será tratada após aprovação da LOA



Na tarde desta segunda-feira (16), o presidente da ABERSSESC, subtenente Flavio Hamann, juntamente com os presidentes de outras sete associações, reuniu-se com o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca. Em pauta, a incorporação da IRESA e a reposição inflacionária. No encontro o Governo alegou que não pode apresentar uma proposta antes da aprovação da LOA - Lei Orçamentária Anual - que será votada na próxima quinta-feira (19) na Alesc - bem como o sancionamento do Projeto de Lei nº. 1645 pelo presidente da República, que trata da Previdência dos militares, pois o Governo quer trabalhar com dados reais e não fictícios. Uma nova reunião está marcada para a segunda quinzena de janeiro, no qual o Governo apresentará estudo da reposição das perdas salariais e a reestruturação do sistema remuneratório dos militares.


Disse ainda que a incorporação da IRESA será tratada pelo Governo do Estado como readequação salarial.


No encontro de janeiro, as associações terão a oportunidade de discutir os pontos divergentes para que possa entrar em consenso com o Governo.


"Estamos ansiosos e continuamos na luta para que os direitos dos militares saíam do papel e que possamos iniciar 2020 com boas notícias", afirmou Hamann.


Foto: Divulgação/ABERSSESC

Destaques
Últimas Notícias
Arquivo
Procurar por assunto
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga