Presidente da ABERSSESC, subtenente Flavio Hamann, prestigiou solenidade de 15 anos de emancipação do CBMSC

 

O presidente da ABERSSESC, subtenente Flavio Hamann, prestigiou, na última sexta-feira (15/06), da solenidade de emancipação do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina da Polícia Militar, aprovada em 2003, bem como a promoção de oficiais e praças e entrega de honrarias e medalhas.

 

O secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior e o general da 14° Brigada, Ricardo Miranda Aversa, foram condecorados com o diploma de “Amigo do Corpo de Bombeiros Militar”.

 

Na sequência, a solenidade contemplou os militares agraciados com as medalhas por méritos em Segurança Contra Incêndios, por Atendimento Pré-Hospitalar, Comunitário e Medalha Coronel Carlos Hugo Stockler de Souza, como forma de reconhecimento profissional aos bombeiros que se destacaram nas referidas atividades de combate a incêndio ou prevenção e no atendimento pré-hospitalar. Já o mérito Comunitário é concedido aos profissionais pelo engajamento profissional em atividades ou programas de aproximação ou atendimento da corporação à comunidade. Enquanto a medalha Coronel Carlos Hugo Stockler de Souza é concedida aqueles que se destacaram na atividade de salvamento aquático.

 

Já as medalhas de Mérito Bombeiro Militar são entregues em reconhecimento ao elevado grau de profissionalismo junto à instituição. As de Mérito Tempo de Serviço são moções referentes ao tempo dedicado ao Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, sendo medalha Bronze, correspondente a 10 anos, a Prata a 20 anos e a de Outro a 30 anos de serviço.

 

Em todo estado, foram promovidos 45 bombeiros militares - 35 oficiais e 10 praças.

 

Durante a cerimônia o secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, afirmou que o governador Eduardo Pinho Moreira encaminhará projeto de Lei à Assembleia Legislativa dispondo sobre a organização básica do Corpo de Bombeiros (LOB).

 

“Com a concretização do sonho de emancipação do Corpo de Bombeiros Militar, em junho de 2003, através de emenda à Constituição, o então governador Luiz Henrique da Silveira e seu vice Eduardo Pinho Moreira permitiram especial expansão no atendimento aos municípios catarinenses, além é claro, da autonomia operacional, administrativa, orçamentária e financeira da corporação”, lembrou Alceu de Oliveira, que representou o governador no evento. “A promulgação desta lei não implicará em despesas adicionais ao Governo do Estado, mas impactará significativamente no Corpo de Bombeiros Militar, chancelando em definitivo a sua emancipação”, salientou Alceu de Oliveira.

 

“São 15 anos de emancipação administrativa e financeira. Esse projeto de consolidação enviado a Alesc é um grande avanço para os bombeiros. Quanto aos agraciados e promovidos dou parabéns e felicidades no novo posto de graduação”, afirmou Hamann.

 

Fotos: Centro de Comunicação Social do CBM/SC e Assessoria de Imprensa SSP/SC

Please reload

Destaques

Projeto de Lei n.º 1.645 é aprovado pelo Senado Federal

05/12/2019

1/10
Please reload

Últimas Notícias