Nota de repúdio: morte do sargento Claudecir Barrionuevo, da Polícia Militar de Santa Catarina

19/03/2018

 

 

A ABERSSESC, através desta nota de repúdio, se solidariza com a família, amigos e colegas de trabalho do policial militar de Santa Catarina, sargento Claudecir Barrionuevo, morto a tiros na tarde deste domingo (18) em Chapecó, no Oeste do Estado.

 

O policial militar estava almoçando na casa do irmão quando notou que seu carro não estava mais no local que havia estacionado. Usando o carro do irmão, ele encontrou os dois suspeitos dentro da caminhonete. Na perseguição, os criminosos perderam o controle da direção do veículo, bateram a caminhonete e fugiram a pé. O sargento seguiu os homens a pé e viu os dois suspeitos roubarem outro carro de uma família.

 

O sargento tentou fazer a prisão dos suspeitos, mas foi atingido por dois disparos e morreu em seguida. Claudecir Barrionuevo tinha 24 anos de carreira, era casado e tinha três filhos. O velório ocorre na Igreja Renovar em Cristo, com culto previsto para hoje, segunda-feira (19), às 15h30min. O sepultamento será às 17h, no cemitério Jardim do Éden.

 

A ABERSSESC repudia a criminalidade, não só em Santa Catarina, como em todo o País. A morte deste policial militar de forma brutal fere, não somente a Instituição, mas toda a sociedade brasileira que se vê vítima da criminalidade que assola o Brasil e colabora com o aumento das estatísticas de mortes de agentes da segurança pública que trabalham em defesa dos cidadãos de bem.

 

 

Flávio Hamann

Presidente da ABERSSESC

Please reload

Destaques

Coronavírus: desde decreto do Governo do Estado, roubos e furtos caem 65,4%

26/03/2020

1/10
Please reload

Últimas Notícias