Nota de repúdio: morte do sargento Claudecir Barrionuevo, da Polícia Militar de Santa Catarina

19/03/2018

 

 

A ABERSSESC, através desta nota de repúdio, se solidariza com a família, amigos e colegas de trabalho do policial militar de Santa Catarina, sargento Claudecir Barrionuevo, morto a tiros na tarde deste domingo (18) em Chapecó, no Oeste do Estado.

 

O policial militar estava almoçando na casa do irmão quando notou que seu carro não estava mais no local que havia estacionado. Usando o carro do irmão, ele encontrou os dois suspeitos dentro da caminhonete. Na perseguição, os criminosos perderam o controle da direção do veículo, bateram a caminhonete e fugiram a pé. O sargento seguiu os homens a pé e viu os dois suspeitos roubarem outro carro de uma família.

 

O sargento tentou fazer a prisão dos suspeitos, mas foi atingido por dois disparos e morreu em seguida. Claudecir Barrionuevo tinha 24 anos de carreira, era casado e tinha três filhos. O velório ocorre na Igreja Renovar em Cristo, com culto previsto para hoje, segunda-feira (19), às 15h30min. O sepultamento será às 17h, no cemitério Jardim do Éden.

 

A ABERSSESC repudia a criminalidade, não só em Santa Catarina, como em todo o País. A morte deste policial militar de forma brutal fere, não somente a Instituição, mas toda a sociedade brasileira que se vê vítima da criminalidade que assola o Brasil e colabora com o aumento das estatísticas de mortes de agentes da segurança pública que trabalham em defesa dos cidadãos de bem.

 

 

Flávio Hamann

Presidente da ABERSSESC

Please reload

Destaques

Assuntos de interesse dos militares são pauta de reunião entre Diretoria Executiva da ABERSSESC e comandante-geral do CBM

22/01/2020

1/10
Please reload

Últimas Notícias