Encontro da ANERMB, em Brasília, discute temas sobre Segurança Pública


Nos dias 01 e 02 de agosto na Câmara dos Deputados, em Brasília, o presidente da ABERSSESC, subtenente Flávio Hamann, participou do encontro nacional da Associação Nacional de Entidades Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares – ANERMB. O evento reuniu policiais, bombeiros e pensionistas representados por presidentes de associações de 16 Estados da Federação, no qual discutiram a representatividade política dos militares - o objetivo é que 2018 aumente o número de militares no legislativo (deputados estaduais, federais e senadores) –; os Projetos de Lei Complementar 85/2017 e 7596/2017, que trata do abuso de autoridade; Projeto de Lei 148/2015 sobre o fim da prisão disciplinar – que já foi votado pela Câmara dos Deputados e atualmente se encontra na secretaria legislativa do Senado Federal; além das alterações dos Códigos Penal Militar e de Processo Penal Militar.


O encontro teve a participação dos deputados federais major Wherles Fernandes da Rocha (PSDB/AC), major Sérgio Olimpio Gomes (SD/SP), capitão José Augusto Rosa (PR/SP), subtenente Luiz Gonzaga Ribeiro (PDT/MG) e cabo Flávio Alves Sabino (PR/CE) que ouviram dos presidentes das associações militares um panorama da participação política dos militares em seus estados e chamaram a atenção dos deputados para a o alto índice de mortalidade desses profissionais.


O presidente da Associação, Leonel Lucas, relatou que foram mais de 300 policiais e bombeiros militares (ativos e inativos) assassinados em todo o Brasil somente este ano. Destacou que é preciso mais envolvimento dos militares nas comunidades e na política para mudar esse quadro de violência.

“Hoje, no Estado do Pará matam mais policiais que no Rio de Janeiro, proporcionalmente. A gente está vendo que o agravante é que a política no Pará não está sendo voltada para os policiais militares. Estamos preocupados e, também, o ponto principal é a política. Nós temos que estar envolvidos na política, porque basta do que está acontecendo hoje. Nós temos que mudar tirar as mãos de trás e se erguer contra tudo que está acontecendo hoje na política brasileira”, relatou Leonel Lucas.


O encontro foi encerrado com a notícia que o presidente do Senado Federal, senador Eunício Oliveira (PMDB/CE), que afirmou que irá se reunir com os líderes partidários e demais senadores com o objetivo de definir uma pauta prioritária sobre segurança pública analisando todos os projetos que estão nas comissões.


Ao final do encontro foi redigida uma carta com o resultado das discussões e esta representará um pedido de socorro da segurança pública.


“Foram dois dias de trabalhos intensos, mas gratificante. Temos a certeza que erstamos no caminho certo na defesa dos interesses dos militares brasileiros”, concluiu o presidente da ABERSSESC, subtenente Flávio Hamann.

Fotos: Divulgação/ABERSSESC e ANERMB

Destaques
Últimas Notícias
Arquivo
Procurar por assunto
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga